[Martha Medeiros]
'Diante desta profusão de descobertas, acho mais seguro não mudar de hábitos'





Restarão apenas os dias como recordação, serão vagas lembranças tolas e sem importância, bobagem para distrair os mais entediados, piada para os irônicos.
Talvez até retire uma lágrima dos olhos inocentes de um apaixonado, mas nada além disso.
Tuas palavras esquecidas, meus suspiros ridicularizados.
Seremos só mais uma história patética.
Carinhos trocados por insultos...
E uma cumplicidade transformada em formalidade.
Espantosas divergências, você nunca imaginaria, nós jamais conseguiríamos criar algo tão irreal.

A última palavra, o último gesto, nossa última lágrima, quanta besteira, quantas marcas.
Eu jamais esqueceria.

:*

"Não devemos julgar a vida dos outros, porque cada um de nós sabe de sua própria dor e renúncia. Uma coisa é você ACHAR que está no caminho certo, outra é ACHAR que seu caminho é o único!" -Paulo Coelho-

Nenhum de Nós - Da Janela

1 comentários:

Zulm@ disse...

Vine a devolverte tu visita, gracias por pasar siempre serás bienvenida.
Recién escribí el post y tu justo entraste ,todo fue en segundos.
Casualidad? Aveces me ha pasado.
Me alegra que te haya gustado el blog soy una abuela que comenzó a escribir por un sufrimiento al no ver a dos nietas pequeñas y aquí estoy, sobreviviendo.
En portugués tu sitio y vives en Uruguay?
Un abrazo :)

Assisti, e recomendo!

Loading...