[Martha Medeiros]
'Diante desta profusão de descobertas, acho mais seguro não mudar de hábitos'





'Eu queria poder te provar que tudo o que eu digo, e também tudo aquilo que eu não digo, é verdade. Eu queria poder cuidar de ti quando tu mais precisa e também me orgulhar de quando tu fizer algo bom, bonito. Eu não sei dos teus pensamentos, não sei como é sentir o teu toque, não sei como é ouvir a tua voz sussurrando um segredo no meu ouvido.

Se é que realmente existe essa coisa que chamam de destino, então tu é o meu.'

-Texto retirado de uma comunidade do Orkut :*

-Sobre todos os meus limites


- Dessa vez vou me cegar pra todos os velhos problemas ressuscitados
E achar em ti força o suficiente pra mim
Arriscar toda minha sanidade pra mais uma vez te ver aqui
Expor a minha frágil capacidade de reviver nossa história
Parar de reinventar você pra me preencher e
Fazer-te novamente real.

Te inundar de possibilidades, te fazer querer ficar
Controlar densamente antigos impulsos
Apagar todo o medo;
Reinventar-me.

Te salvar do vazio, te fazer crer o quanto melhor eu posso ser;

E tudo só pra te fazer acreditar no quanto eu não quis ver tudo se quebrar
Te mostrar o que sempre foi mais importante;
E insistir sempre, pra não te perder nunca mais.

beijos;

-De todas as sensações



Então a mediocridade me invadiu;
Senti-me tomada por algo que parecia ser eu rindo do meu próprio vexame;
Sensação irritante de estar me sentindo ridícula;
Sim, eu estava incontestavelmente com raiva;
A mesma que trazia consigo uma dor inalterável;
Que assumia total controle dos meus atos
E que me fez perder a consciência;

Eu quis poder influenciar as decisões daquele que me fez sonhar;
Exigir uma exclusividade absurda que me consumiu a paz;

Experimentei-me humana, perversamente humana

A insegurança destrói todo o amor próprio;
Com o medo que grita desesperadamente dentro de mim e que me aprisiona ainda mais;
Angústia desenfreada faz de mim uma refém;
Coloco tudo a perder, e perco.

E como apagar as chamas?
E como curar as marcas?
E como te trazer de volta?

Ciúme.
s.f. Zelo amoroso; inveja; receio de perder o objeto amado.

Assisti, e recomendo!

Loading...