[Martha Medeiros]
'Diante desta profusão de descobertas, acho mais seguro não mudar de hábitos'





Eu criei um mundo irreal só para poder te encontrar todas as noites.
Ver seu sorriso de perto e ter a sensação que seu abraço é o único capaz de alterar meus sentidos.
Impensadamente eu lhe devolvi a vida enquanto tentava extirpar da minha os pensamentos que me conduziam até você.
Então você me trouxe todos os sublimes momentos em pequenas miniaturas, para que eu pudesse tocá-las todas as vezes que sua falta chegava impiedosamente até mim;
Deixe que essa lágrima caia, deixe que os erros passem por nós como carrosséis encantados e embalados por nossas ânsias.
Anos passados tornam-se presente, somos cúmplices de uma história que se repete, exceto em seus erros, apenas com os sonhos, e insistiremos enquanto ainda somos capazes de compreender o significado de cada um deles.

I believe!


Ao contrário de tudo que possam ter pensado, eu não vivi, nem segui a diante, você pode imaginar o porque,
e não deveria ter tanto medo de assumir os próprios medos,
pesadelos também não são em vão, os meus me foram de grande serventia.
Só por você eu agi desta forma, tudo isso porque eu jamais lhe esqueci,
porque eu jamais desejei te ver tão longe.
Aprenda a seguir instintos, eles podem ser uma perfeita orientação para seus desejos,
eles poderão trazer-lhe para onde eu sei que quer estar,
de onde você não deveria ter saído.
Economize-se.
Você deveria, antes de tudo, aprender a acreditar mais em si.
Apenas acreditar mais em si.
A fé que move montanhas, e que habita em mim te devolverá os sentimentos que lhe foram roubados.
Fará de você alguém mais inteiro; mais cheio de vida; mais crente de que há um pleno conforto em coisas pequenas; te fará mais meu, consequentemente mais nosso.

Bruh.

Assisti, e recomendo!

Loading...